Mania de Sling by Dida

Novidades, dicas e informações interessantes sobre slings e cia.

* O Sling e a Prevenção da Displasia do Desenvolvimento do Quadril. maio 6, 2009

Filed under: Uncategorized — Dida @ 10:49

 

Dida e Pietra

Dida e Pietra

“Natália Martins, fisioterapeuta no Hospital Distrital do Pombal, começou a investigar os benefícios do Sling devido à sua aplicação no tratamento da displasia de desenvolvimento do quadril, um defeito na articulação do quadril em que a cabeça do femur não se encontra corretamente colocada na respectiva cavidade.

 

Esta doença é diagnosticada, geralmente, ao nascer e exige um tratamento complicado. Nos casos mais graves pode ser necessária uma intervenção cirúrgica ou a utilização de um aparelho que obrigue as pernas a ficarem afastadas, permitindo que o femur rode na cavidade do quadril.

A postura vertical que o Sling proporciona ao bebê é ótima e indicada para este problema. De uma forma agradável contribui para a sua correção, refere a fisioterapeuta, frisando que os benefícios estendem-se também aos bebês que não têm este problema, como forma de prevenção.

Os ligamentos do bebê ainda estão em formação, por isso manter as pernas afastadas é a melhor posição possível para prevenir a manifestação da doença.

Natália Martins acredita que os casos de displasia do quadril estão aumentando devido a hábitos que se perderam: Antes havia muito menos diagnóstico porque as mães andavam mais com os bebês ao colo, encaixados no quadril, e tambêm por causa das fraldas de pano. Ambas as situações obrigavam os bebês a permanecerem mais tempo com as pernas afastadas e evitavam a manifestação da doença.

Por isso, para a fisioterapeuta, o Sling é o melhor meio de transporte para o bebê, sendo também benéfico para a mãe.

É normal a mãe ter dores nas costas no período pós-parto devido à fraqueza dos músculos abdominais e à sobrecarga física causada pelos cuidados ao bebê. Andar com o bebê no bebê-conforto só agrava a situação devido ao peso do conjunto e ao fato de provocar um desvio grande na coluna. Com o Sling, a posição da mãe está correta porque o peso está equilibrado. Para o bebê também é melhor do que estar sempre sentado bebê-conforto.

Comparando o Sling com o canguru, Natália Martins destaca a versatilidade do Sling. O contra do canguru é ter um formato padrão e, por isso, mais difícil de ajustar ao nosso corpo, podendo tornar-se desconfortável.”

Fonte: IOL Mãe

Adaptação: Andreza Espi.

Anúncios
 

2 Responses to “* O Sling e a Prevenção da Displasia do Desenvolvimento do Quadril.”

  1. Patricia Says:

    Hola Andreza,
    me llamo Patricia, te escribo desde España 🙂
    Soy miembro de la Red Canguro y me gustaría consultarte algo ¿puedes contactarme a mi mail, por favor?
    Obrigado!
    Besiño

  2. Giselle Says:

    olá dida

    esse é o maior problema que tenho qdo uso o sling ou a mochila ergonomica, as pessoas me param na rua pq acham um absurdo meu bebê ficar com as pernas abertas. todos dizem que ele vai ficar com as pernas arcadas… minha comadre até me mandou uma matéria da folha sobre o sling onde a pediatra parece defender apenas o uso do sling com a criança deitada ou sentada na posição fetal: “A pediatra Jucille Meneses cita outras vantagens da rede: mantém as pernas do bebê unidas e não altera o desenvolvimento do quadril, o que pode ocorrer com o uso contínuo da mochila e de modelos tipo cadeirinha. “Algumas pessoas podem se questionar se o carregador aumenta a curvatura da coluna vertebral do bebê, mas isso não ocorre. Ele não leva a vícios de posição”, completa.”


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s