Mania de Sling by Dida

Novidades, dicas e informações interessantes sobre slings e cia.

História da Ana Clara.. maio 24, 2009

Filed under: Uncategorized — Dida @ 12:08

Meu nome é Ana Claudia, moro em Campo Grande – MS e sou mãe da Ana Clara.

Ana Clara nasceu com um problema de coração, alias, 4 problemas que geram uma anomalia ou doença conhecida como Tetralogia de Fallot (CIV+Estenose Infundibulo-Valvar Pulmonar, Aorta deslocada e Hipertrofia do Ventriculo Direito) uma cardiopatia congenita complexa.

Um dos problemas mais graves é a estenose, que dificulta a passagem de sangue do coração pro pulmão, ou seja, quase todo o sangue que circula em seu corpo não tem oxigenação. Assim, o corpo recebe este sangue, ve que esta faltando oxigenio e o devolve pro coração…

No ultimo mes, adiquiriu mais um problema em seu Ventriculo Direito, ele esta cheio de musculo, criado pela força exercida pra conseguir bombear o sangue pro pulmão. 

Como consequencia Ana Clara começou a desenvolver estagios de palidez (o coração não estava mandando sangue pro pulmão, e estava diminuindo os batimentos), desenvolveu taquicardia, gerando um inicio de crise de hipoxia. (Cianose+desmaios+parar de respirar).

O unico tratamento é cirurgico, cirurgia pra correção total pra T4 Fallot.

Desde inicio de abril ela estava na fila do Hcor em São Paulo, esperando a data da internação, que saiu pro dia 28/08/2009. Aqui em Campo Grande, ela tambem estava na fila, esperando atingir peso e tamanho adequado, já que aqui necessita estar maior.No domingo ela passou mal, e na segunda fomos ao cardio, que realizou um ecocardiograma de urgencia, detectando a piora de Ana Clara. Nos encaminhou pra uma conversa com a cirurgiã ontem, que me falou abertamente sobre as chances de uma cirurgia aqui. Não senti confiança, ela ponderou os aparelhos da santa casa aqui. E fomos procurar um outro caminho. Varias pessoas buscaram varios meios, e acabamos por conseguir que o Hcor mudasse a data de internação pro dia 29/05.

Dia 29, sera internada inicialmente pra um exame de cateterismo e depois (ainda não sei a data) pra a cirurgia.

No ultimo mes tivemos muitos gastos, eu cuido de Ana Clara com o meu salario, e o pai dela cuida da casa. Procurei uma advogada a qual me disse que não há meios de receber pelo INSS pra cuidar dela, então o meu chefe tem obrigação de pagar apenas os 15 

primeiros dias do atestado (ele me disse isso e ela tambem).Ana Clara toma leite especial pois desenvolveu intolerancia a lactose, os medicos disseram que é devido a baixa resistencia vascular. 
Toma remedios pra refluxo (grau 2/3), vitaminas (A,C e ferro) e toma remedio pro coração agora. Pago uma baba pra ela, pra ela não ir pra creche (por causa das infecções por via aérea, que é um dos maiores riscos).

Então resolvemos fazer esta ação entre amigos, pra arrecadar dinheiro pro custo com alimentação, estadia e passagens e pra eventuais necessidades, ja que até o momento não conseguimos o TFD.

 

Desde já agradeço a todos.

Quer ajudar a Ana Clara?????

Conta para o deposito:
Caixa Economica Federal
agencia: 1979
conta poupança: 013.18815-6
ANA CLARA ANDRADES NASCIMENTO

 

Se você faz parte da Comunidade “Gravidez, Caminho de um Sonho” pode comprar uma rifa clicando AQUI abaixo e escolhendo seu número na própria comunidade.

 

 

Anúncios
 

Semana Mundial pelo Respeito ao Nascimento 2009: maio 9, 2009

Filed under: Uncategorized — Dida @ 12:25

a gente apóia essa idéia!

 

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIAS

 

Por uma nova forma de gestar, parir e nascer! De 11 a 17 de maio diversos países estarão comemorando a Semana Mundial pelo Respeito ao Nascimento (SMRN). Para marcar a data no Brasil, a Rede Parto do Princípio (www.partodoprincipio.com.br) realiza uma exposição nacional com fotos em preto e branco de mulheres brasileiras no momento do nascimento de seus filhos. A exposição acontece simultaneamente em várias cidades do país e tem como objetivo incentivar o vínculo afetivo entre mãe e filho, a amamentação na primeira hora de vida e o parto humanizado. Em alguns municípios a exposição começa mais cedo, em comemoração ao Dia das Mães ou estende-se por mais tempo. (Confira abaixo a relação de locais e datas).

A Semana Mundial pelo Respeito ao Nascimento ( www.smar.info ), iniciativa da Associação Francófona pelo Parto Respeitoso (“Alliance Francophone pour l’Accouchement Respecté” –www.afar.info) é celebrada anualmente, desde 2004, durante o mês de maio em diversos países.

Este ano, a campanha aborda O aumento da taxa de cesarianas no mundo com o slogan Diga não à cesárea desnecessária!

 A Parto do Princípio é uma rede de mulheres, consumidoras e usuárias do sistema de saúde brasileiro, que oferece informações sobre gestação, parto e nascimento baseadas em evidências científicas e recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS). Conta hoje com mais de 300 pessoas trabalhando voluntariamente, em 16 estados e no Distrito Federal, na divulgação dos benefícios do parto ativo.

Para a Parto do Princípio, a Semana Mundial pelo Respeito ao Nascimento é uma ocasião para reafirmar publicamente que a reprodução humana é um fato social em primeiro lugar; que a mudança é possível e que nunca é tarde para que os profissionais e os estabelecimentos médicos revejam suas práticas.

 Para a realização da Exposição, a Rede contou com o apoio do Guia do Bebê (www.guiadobebe.com.br).


Os riscos da cesariana

 No Brasil, 79,7% dos partos no setor privado são cesarianas, em sua maioria eletivas – realizadas antes do trabalho de parto – o que claramente revela o desconhecimento da população acerca dos riscos intrínsecos à realização desta cirurgia.

 Mesmo no setor público, as taxas 27,5% de cesariana atingem praticamente o dobro do recomendado pela Organização Mundial de Saúde, que é de 15%. Entretanto, este excesso de cirurgias cesarianas não reflete em melhores resultados maternos e neonatais, visto que o Brasil, desde a inclusão da “cultura da cesárea” não apresenta redução nos seus altos índices de mortalidade materna (75 mulheres a cada 100 mil nascido vivos), segundo a conceituação da OMS (que aceita um índice de 20 mortes maternas a cada 100 mil nascidos vivos).

 É necessário que a sociedade se mobilize divulgando ações e disseminando informações acerca deste tema, para que nossas mulheres e crianças não sejam submetidas a riscos aumentados – na maioria das vezes, desnecessários – em um momento que deveria ser de tranquilidade, intimidade e segurança.

ALGUNS RISCOS DA CESARIANA

Para a Mãe

  • Maior risco de Morte Materna em decorrência da cirurgia (2,8% maior na cesariana eletiva quando comparada ao parto vaginal)
  • Maior risco de Histerectomia – retirada dos órgãos reprodutivos
  • Maior probabilidade de Internação Prolongada
  • Maior chance de desenvolver Infecção
  • Risco aumentado de Depressão Pós-Parto
  • Dor generalizada ou no local da cirurgia
  • Risco de criação de Coágulos Sanguíneos e Trombose
  • Corte Cirúrgico Acidental em outros órgãos
  • Obstrução Intestinal

Para o Bebê

  • Contato Tardio com a mãe
  • Corte Cirúrgico acidental
  • Maior probabilidade de Fracasso no Aleitamento Materno
  • Maior dificuldade para estabelecer o Vínculo Afetivo
  • Desconforto Respiratório por iatrogenia – interferência médica no processo natural
  • Maior possibilidade de desenvolver Asma

Para Gestações Futuras

  • Aumento das taxas de Infertilidade
  • Maior possibilidade de Gravidez Ectópica
  • Maior possibilidade de Placenta Prévia
  • Riscos aumentados de Ruptura Uterina
  • Dor abdominal decorrente de Aderências – outros órgãos aderem à cicatriz cirúrgica
  • Descolamento Prematuro de placenta  

 

Veja abaixo os locais das exposições já confirmadas:

 Bauru – SP

Contato: Celma – (14) 3011-0077 celmapsid@ig.com.br 

SENAC – a partir de 13 de maio

 

Belém – PA 

Contato: Thayssa (91) 8884.0209 –thayssa.rocha@partodoprincipio.com.br 

Laboratório Beneficente de Belém www.lbb.com.br – de 11 a 16 de maio (exposição de fotos) 

Restaurante D. Giuseppe – de 08 a 16 de maio (exposição virtual de fotos) 

Praça Batista Campos – 17 de maio (exposição de fotos e caminhada de encerramento às 9h)

 

Belo Horizonte – MG 

Contato: Pollyana (31) 9312-7399- polly@partodoprincipio.com.br 

PUC Minas Barreiro – a partir de 12 de maio (exposição de fotos)durante a III Semana da Enfermagem

 

Brasília – DF 

Contato: Clarissa (61) 3201-0069 e 8139-0099 –clarissa@partodoprincipio.com.br 

Shopping Páteo Brasil – 09 de maio – conversa com as mulheres sobre riscos das cesarianas 

Associação Vivendo e Aprendendo – de 11 a 15 de maio 

Centro Cultural de Brasília – 16 e 17 de maio

 

Curitiba- PR 

Contato: Patrícia (41) 3336-1939 e 9113-6364 –patricia@partodoprincipio.com.br 

Estúdio MM Áudio – a partir de 09 de maio

 

Garanhuns – PE 

Contato: Juliana (87) 9104-5381 –juliana_coelho_ferra@hotmail.com ou Ilza (87) 9122-1775 – ilza_rafa@hotmail.com 

Livraria Casa Café – de 11 a 19 de maio

 

Juiz de Fora – MG 

Contato: Soraya (32) 3226-2461 e 8838-3072 –smperobelli@gmail.com Centro de Diagnósticos CEDIMAGEM – de 11 a 17 de maio (exposição de fotos)

 

Maringá – PR 

Contato: Patrícia (44)3025-3219 e 9927-7298 -patimerlin@partodoprincipio.com.br

Cliniprev – de 11 a 17 de maio (exposição de fotos)

 

Porto Alegre – RS 

Contato: Alessandra (51)3028-8728 e 9685-2114 –alessandrakrause@partodoprincipio.com.br e Maria José (51) 91236136 

Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo- www.cccev.com.br – de 11 a 16 de maio (Exposição de fotos) 

Parque de Redenção – dia 16 de maio – Tenda com exposição de fotos e caminhada com grávidas e mães/pais com filhos.

 

Rio de Janeiro – RJ 

Contato: Denise (21) 2222-6658 e 9797-1602 –denise@partodoprincipio.com.br 

Livraria Largo das Letras – de 12 a 17 de maio

 

São Bernardo do Campo – SP 

Contato: Denise (11) 9383-4429 – denise.niy@uol.com.br 

Bruxa Banguela Rock Bar – Lançamento do livro Lembranças fecundas: meu diário afetivo da gravidez”, de Denise Yoshie Niy

 

São Paulo – SP 

Contato: Roberta (11) 8208-2119 –roberta@partodoprincipio.com.br 

Continental Shopping – de 08 a 27 de maio (exposição de fotos) 

Faculdade de Saúde Pública – a partir de 11 de maio (exposição de fotos)

 

 Dados da Agência Nacional de Saúde – 2001.

 

* O Sling e a Prevenção da Displasia do Desenvolvimento do Quadril. maio 6, 2009

Filed under: Uncategorized — Dida @ 10:49

 

Dida e Pietra

Dida e Pietra

“Natália Martins, fisioterapeuta no Hospital Distrital do Pombal, começou a investigar os benefícios do Sling devido à sua aplicação no tratamento da displasia de desenvolvimento do quadril, um defeito na articulação do quadril em que a cabeça do femur não se encontra corretamente colocada na respectiva cavidade.

 

Esta doença é diagnosticada, geralmente, ao nascer e exige um tratamento complicado. Nos casos mais graves pode ser necessária uma intervenção cirúrgica ou a utilização de um aparelho que obrigue as pernas a ficarem afastadas, permitindo que o femur rode na cavidade do quadril.

A postura vertical que o Sling proporciona ao bebê é ótima e indicada para este problema. De uma forma agradável contribui para a sua correção, refere a fisioterapeuta, frisando que os benefícios estendem-se também aos bebês que não têm este problema, como forma de prevenção.

Os ligamentos do bebê ainda estão em formação, por isso manter as pernas afastadas é a melhor posição possível para prevenir a manifestação da doença.

Natália Martins acredita que os casos de displasia do quadril estão aumentando devido a hábitos que se perderam: Antes havia muito menos diagnóstico porque as mães andavam mais com os bebês ao colo, encaixados no quadril, e tambêm por causa das fraldas de pano. Ambas as situações obrigavam os bebês a permanecerem mais tempo com as pernas afastadas e evitavam a manifestação da doença.

Por isso, para a fisioterapeuta, o Sling é o melhor meio de transporte para o bebê, sendo também benéfico para a mãe.

É normal a mãe ter dores nas costas no período pós-parto devido à fraqueza dos músculos abdominais e à sobrecarga física causada pelos cuidados ao bebê. Andar com o bebê no bebê-conforto só agrava a situação devido ao peso do conjunto e ao fato de provocar um desvio grande na coluna. Com o Sling, a posição da mãe está correta porque o peso está equilibrado. Para o bebê também é melhor do que estar sempre sentado bebê-conforto.

Comparando o Sling com o canguru, Natália Martins destaca a versatilidade do Sling. O contra do canguru é ter um formato padrão e, por isso, mais difícil de ajustar ao nosso corpo, podendo tornar-se desconfortável.”

Fonte: IOL Mãe

Adaptação: Andreza Espi.